sábado, 6 de abril de 2013

CASAMENTO NÃO É PAPEL HIGIÊNICO!


  Vemos muitos jovens que possuem uma ideia errônea sobre casamento. Eles acham que casando irão limpar a sujeira do passado ou do presente. Mas e aclamamos: casamento é uma dádiva de Deus e não um Papel higiênico que você usa para limpar sujeira. Faça o teste e veja se você está com alguma dessas motivações para se casar:

Dez motivações erradas que os jovens cristão possuem sobre casamento:

     1. “Casando eu vou me completar” – Somente Deus pode fazer com que você se sinta uma pessoa completa. Se você pensa em casar para ser completo(a), casará e decepcionará você e assim seu conjugue, pois cobrará dele uma postura perfeita que te completa, quando muitas vezes ele apenas será alguém que acrescentará na sua vida e nunca completará nada.

2.   2.  “Casando eu vou suprir minhas carências emocionais” – Muitos jovens, principalmente meninas, casam por carência. E carência emocional sempre vai lhe causar danos. Antes de casar você precisa entregar suas carências e se suprir em Deus. Por exemplo, algumas meninas se envolvem com homens bem mais velhos, pois são carentes de um pai. Esse homem nunca poderá ser seu pai, mas no máximo um marido. E mais para frente você poderá decepcionar-se ao ver que somente Deus pode ser um Pai perfeito pra suprir sua carência! A carência pode lhe deixar cego(a) e você se arrependerá depois.

3.     3.Casando vou suprir minhas carências sexuais” – Alguns, principalmente rapazes, pensam que depois que casamento é maravilhoso, pois eles poderão fazer sexo todos os dias. Alguém disse que o sexo no casamento representa 70% do casamento para o homem e 30% para a mulher. A verdade é que sexo é parte importante do casamento, mas casamento não é feito somente de sexo. Nem sempre a mulher estará disposta pra você todos os dias. E, nunca aconteceu no meu caso, mas alguns homens também ficam indispostos às vezes. Você mesmo que tem esse pensamento sobre fazer sexo todos os dias poderá decepcionar-se quando ver que sexo no casamento fala muito mais sobre amor do que sobre prazer sexual em si. “Deus fez o sexo seguro e o chamou de casamento”, mas isso não significa que você sempre o terá no casamento. Paulo disse que não devemos negar um ao outro, mas muitas vezes você terá que fazer acordos, pois existem dias difíceis para o homens e dias bem difíceis para a mulher.

4.    4. “Casando eu vou me santificar” – Muitos jovens acreditam que o casamento vai trazer santificação para eles, quando na verdade o casamento pode até atrapalhar sua vida espiritual quando esse é o objetivo principal deste. Alguns meninos por exemplo acham que casando nunca mais vão masturbar ou olhar pornografia, mas levam isso para dentro do casamento e destroem suas vidas e a vida de suas esposas. Algumas meninas também acham que casando vão controlar melhor suas emoções e pecar menos. Entretanto, acontece ao contrário e muitas vezes o homem não saberá lidar com isso. O conselho que damos é: entre num período de muita santificação e consagração ao Senhor antes de casar, pois assim evitará muitos problemas. Não leve pecados para dentro do seu casamento! Casamento não santifica ninguém, somente a Palavra o fará!

5.    5. “Casando e vou me livrar do homossexualismo” – O pecado do homossexualismo só pode ser vencido com uma postura em Deus, com muita intensidade na vida com Deus, com confissão de pecados e discipulado constante. Se você tem problema quanto a isso, deve procurar ajuda espiritual, se caso quiser ser livre. Somente através da Palavra, da confissão e do perdão do passado poderá ser livre. Levar isso para o casamento pode tornar-se algo doloroso para a sua esposa ou para o seu esposo, pois quanto mais envolvido você estiver com isso, mais feio será a sua queda. Lembre-se que nunca provou-se nada cientificamente que alguém nasce homossexual. Muito pelo contrário, provou-se que nasce macho e fêmea. Tudo isso é comportamental, emocional e uma questão espiritual. Você pode ser liberto para toda a vida com certeza. Já vi casais, família, ministérios e igrejas sendo destruídas por causa desse pecado. Não destrua outra vida casando sem ser liberto(a) disso!

6.   6. Casando eu vou me livrar dos meus pais e sair de casa” – Muitos jovens cristãos tem famílias desestruturadas e casas que mais parecem um inferno. Sei que a situação é difícil, mas o casamento não deve ser usado para fuga. Resolver questões familiares antes de casar é essencial para um casamento feliz. Casar sem a bênção dos pais é maldição, pode acreditar. Seja o referencial dentro de sua casa, antes de ter sua própria família. Como você poderá ter um casamento feliz se você mesmo não soube lidar com sua família e fazê-los felizes por você?

7.  7. Preciso casar pois engravidei minha namorada/noiva” ou “Preciso casar, pois engravidei do meu namorado/noivo” – Muitos jovens cristão acham que o casamento é o papel higiênico para limpar essa grande besteira que eles fizeram: fornicação. Tenho um grande amigo que já estava noivo quando engravidou a namorada. Ele então casou-se. Ele sofreu conseqüências sérias desse pecado tanto antes como depois do casamento, mas aconselhei o casamento, pois ele já iria fazê-lo e tinha certeza que aquela era a mulher de Deus para ele. Hoje eles estão bem. Todavia, já conheci um jovem que se casou, pois engravidou a namorada, mas ele não tinha certeza absoluta e a fez sofrer no casamento. É claro, depois de casados sempre aconselhamos a cura em Jesus. Deus abençoou o casamento deles e hoje são bem casados, mas eles sofreram muito! A bíblia não diz que o arrependimento para a fornicação é o casamento. Entendeu? Se você cometeu imoralidade sexual, fornicação, namoro, saiba que Deus lhe perdoará quando você arrepender-se, mas irá sofrer as conseqüências. E se a conseqüência for um filho(a) bastardo(a) (isso é: feito fora do casamento), você deverá amar e cuidar desta criança, pois foi da vontade de Deus que ele viesse ao mundo (Salmo 139) e Deus tem propósito nesse bebê. Entretanto, nunca será obrigado(a) a casar com o pai/mãe da criança, pois pode ser que esse(a) seja pai/mãe de seu(sua) filho(a), mas não seja sua(seu) esposa(o). São coisas diferentes.

8.    8. Somente através do casamento serei feliz” --  Essa é mais uma mentira que o diabo tem colocado na mente de muitas pessoas. Casamento é muito bom, maravilhoso no caso daqueles que colocam Jesus como centro. Entretanto, não é fonte de felicidade. A única fonte inesgotável e verdadeira de felicidade se chama JESUS.

9.    9. Casando eu vou ter uma nova vida” --  É verdade que o casamento faz uma revolução em sua vida e muda muitas coisas, mas se Jesus não for o centro do seu casamento, a rotina destruirá ele. Se você já não vive hoje em novidade de vida com Cristo, pode saber que não será no casamento que isso irá acontecer.

1  10.“Casando vou melhorar meu status social” – Alguns tem a idéia de que casando serão mais respeitados na sociedade. O que temos visto é que a sociedade tem caminhado num caminho oposto a esse. Muitos filmes, novelas e pessoas influentes tem mostrado o casamento como algo “careta” ou como coisa do passado. O diabo ainda banalizará ainda mais a família e o casamento com a liberação de leis que beneficiam o casamento gay. Não se assuste quando no futuro liberarem casamento com crianças, com mais de uma pessoa, com animais etc. E não se assustem quando num futuro próximo tiverem muitos lideres dentro da igreja vivendo como casados, mas sem serem casados (como já tem muitos casais de namorados).

Esperamos que você solteiro(a) pense nessas coisas. Lembre-se que tudo que você plantar você vai colher. Muitos casamento tem acabado por causa de pecados plantados antes do casamento. Vigie! E você casado(a): se um dia errou, existe o arrependimento e a cura em Deus!

Desejamos pra todos vocês famílias bem estruturadas e casamentos maravilhosos! Deus abençoe!

Philip Rose
Colaboração: Priscilla Rose

Filipe Rosa é ministro do evangelho, blogueiro desde 2005 e vive juntamente com sua esposa em Dallas/ Texas aonde cursa teologia na Dallas Baptist University (DBU) e ajuda igrejas locais. No próxima terça-feira eles completarão 4 anos de casados. Eles viveram um romance a maneira de Deus. Tiveram uma grande amizade com envolvimento de seus pais, não namoraram e ficaram noivos apenas 5 meses antes de se casarem. Os dois juntos já ministraram e aconselharam milhares de jovens sobre um relacionamento a maneira de Deus. Ministram em igrejas locais um curso de final-de-semana falando sobre o assunto e contando suas experiências. Twitter @filipe_rosa e @pripaixaorosa

fonte: http://filipeepriscilarosa.blogspot.com.br/
















Reações:

0 comentários:

Postar um comentário